Amebíase, balantidiose, doença de Chagas e doença do sono

(disenteria amebiana): Causada pela Entamoeba histolytica, esta doença tem como sintomas dores abdominais e diarreias intensas, com presença de muco e sangue. A contaminação se dá pela ingestão de água ou alimentos contendo cistos que foram anteriormente eliminados juntamente com as fezes de indivíduos doentes.

(disenteria): A infecção pela Balantidium coli se dá pela ingestão de água ou alimentos contendo seus cistos, eliminados juntamente com as fezes de pessoas doentes. Este protozoário provoca lesões no intestino grosso, fornecendo um quadro diarreico semelhante ao da amebíase.

: Esta doença é transmitida pelo Triatoma infestans, Panstrongylus megistrus ou algumas outras espécies de percevejos hematófagos, conhecidos popularmente por barbeiros. Ao picar a pessoa, este inseto libera, juntamente com suas fezes, as formas infectantes do flagelado Trypanosoma cruzi. Ao coçar a região da picada, o indivíduo permite a penetração cutânea deste parasita. Febre, cansaço e dores são os primeiros sintomas que se manifestam. Em estágio crônico, ocorre a hipertrofia de órgãos, como o coração. Neste caso, o paciente está mais suscetível a insuficiências cardíacas.

: Provocada pelo Trypanosoma brucei gambiense e T. brucei rhodesiense, tem a mosca tsé-tsé (Glossina palpalis) como agente transmissor. De ocorrência restrita à África, esta doença provoca, primeiramente: cansaço, febre e anemia. Já no estágio crônico, sonolência profunda e outras perturbações do sistema nervoso. Pode causar a morte.

Ler matéria completa