Tratador de última tartaruga gigante de Galápagos lamenta perda de ‘melhor amigo’

A morte da tartaruga gigante George Solitário, aos cem anos de idade, não foi apenas lamentada por todo o arquipélago de Galápagos, no Equador, mas também por Fausto Llerena, tratador de George.

Durante quase três décadas, Llerena foi o principal tratador de George, último sobrevivente da subespécie Chelonoidis Abingdoni. Para o tratador, a dor da perda do "melhor amigo" ainda não passou. Ler matéria completa