Brasil foi o país mais violento para os ambientalistas em 2015, diz ONG

No total, 185 pessoas foram assassinadas no ano passado defendendo suas terras e o meio ambiente em 16 países, o que representa um aumento de quase 60% na comparação com o ano anterior, o período mais violento da história.

Os números divulgados pela Global Witness identificam o Brasil como o país mais perigoso para os defensores da ecologia, seguido por Filipinas (33 mortes em 2015), Colômbia (26), Peru (12) e Nicarágua (12). Ler matéria completa