MICROSCOPIA – CÉLULAS E TRANSPORTE CELULAR

 

 

  1. As células são as menores unidades vivas de um organismo e estão presentes em todos os seres, com exceção dos vírus. Elas podem ser classificadas em procarióticas e eucarióticas se levarmos em consideração a ausência ou presença:

a) de parede celular.

b) de organelas celulares.

c) de carioteca.

d) de membrana plasmática.

e) de citoplasma.

  1. Por que a célula eucarionte animal não possui cloroplasto?

  1. Organismos procariontes apresentam células mais simples, que não possuem um núcleo organizado. São exemplos de seres procariontes:

a) bactérias e plantas.

b) bactérias.

c) animais e plantas.

d) fungos e bactérias.

e) protozoários e bactérias.

  1. Entre as organelas listadas a seguir, marque apenas aquela que é encontrada em uma célula procariótica:

a) retículo endoplasmático.

b) cloroplastos.

c) mitocôndria.

d) ribossomo.

e) complexo golgiense.

  1. Os procariontes diferenciam-se dos eucariontes porque os primeiros, entre outras características:

a) não possuem material genético.

b) possuem material genético como os eucariontes, mas são anucleados.

c) possuem núcleo, mas o material genético encontra-se disperso no citoplasma.

d) possuem material genético disperso no núcleo, mas não em estruturas organizadas denominadas cromossomos.

e) possuem núcleo e material genético organizado nos cromossomos.

  1. Relacione as colunas:

(1) Zaccharias Janssen

(2) Anton van Leeuwenhoek

(3) Robert Hooke

(4) Microscópio óptico

(5) Microscópio eletrônico

( ) Utiliza feixes de elétrons

( ) Utiliza feixes de luz

( ) Primeiro a observar e nomear as células

( ) Pai da Microbiologia

( ) Criou o primeiro microscópio

  1. A célula vegetal apresenta algumas estruturas que permitem distingui-la de uma célula animal. Entre as alternativas a seguir, marque aquela em que encontramos apenas estruturas ausentes em uma célula animal.

a) Parede celular, peroxissomos e mitocôndrias.

b) Cloroplastos, parede celular e lisossomo.

c) Cloroplastos, lisossomos e vacúolos.

d) Parede celular, cloroplastos e vacúolos.

e) Cloroplasto, mitocôndrias e vacúolos.

  1. Identifique as partes do microscópio óptico abaixo:

  1. As células são os componentes fundamentais de todos os seres vivos, não sendo encontradas apenas nos vírus. Algumas pessoas costumam dizer que as células são formadas por membrana plasmática, citoplasma e núcleo. Entretanto, nem todas as células possuem núcleo organizado, recebendo o nome de:

a) células eucarióticas.

b) células vegetais.

c) células procarióticas.

d) células autotróficas.

e) células heterotróficas.

  1. Uma professora de biologia entregou duas figuras que representavam células de uma bactéria e de uma planta, respectivamente. Ela pediu então aos alunos que identificassem a célula eucariótica. Para que os alunos sejam capazes de identificar a célula, é fundamental que eles analisem:

a) a presença de membrana plasmática.

b) a presença de ribossomos.

c) a presença de núcleo definido.

d) a presença de material genético.

e) a presença de citoplasma.

  1. Quais estruturas estão presentes somente nas células vegetais?

  1. Numere a 2ª coluna de acordo com a 1ª.

COLUNA 1

1. Encontra(m)-se exclusivamente em eucariontes

2. Ocorre(m) em eucariontes e procariontes

COLUNA 2

( ) ribossomos

( ) mitocôndrias

( ) membrana plasmática

( ) retículo endoplasmático

A sequência correta é

a) 1 – 2 – 1 – 2.

b) 1 – 2 – 2 – 1.

c) 2 – 1 – 2 – 1.

d) 2 – 2 – 1 – 1.

e) 2 – 1 – 2 – 2.

  1. Numa célula animal, qual organela é responsável pela respiração celular?

A – Complexo de Golgi

B – Mitocôndria

C – Ribossomo

D – Centríolo

  1. Numa célula animal, qual organela possui a função de conservar e transmitir a informação genética na reprodução das células e regular as funções celulares.

A – Ribossomos

B – Lisossomos

C – Citoplasma

D – Núcleo Celular

  1. Identifique as partes da célula eucariontes abaixo:

  1. Um biologista, estudando a estrutura de uma célula bacteriana, iria encontrar, como uma organela deste tipo celular, o:

a) cloroplasto.

b) retículo endoplasmático liso.

c) centríolo.

d) ribossomo.

e) retículo endoplasmático rugoso.

  1. Se uma planta for colocada em ambiente de total ausência de luz, a organela ______________ e o processo de _____________ serão diretamente afetados, nas células de suas folhas.

a) lisossomo, digestão intracelular.

b) complexo de Golgi, secreção celular.

c) peroxissoma, degradação de compostos orgânicos.

d) cloroplasto, fotossíntese.

e) mitocôndria, respiração celular.

  1. Escreva três diferenças entre o microscópio óptico e o microscópio eletrônico.
  1. Com base nos seus conhecimentos sobre Osmose, explique porque o sal mata as lesmas.

Osmorregulação

Os peixes marinhos vivem em ambientes com uma quantidade de sal superior à quantidade de sal no interior de seu corpo. Para evitar que percam água e que fiquem com excesso de sais no meio interno, eles contam com alguns recursos. Esses animais bebem água do mar e eliminam o excesso de sal. Essa eliminação ocorre por meio da ação de células especiais nas brânquias que, por intermédio de transporte ativo, secretam o excesso de sal. Além disso, esses animais formam uma urina concentrada, sendo fundamental, portanto, o papel dos rins nesse processo.

Os peixes de água doce encontram um ambiente hipotônico em relação ao seu meio interno e, por isso, devem criar meios que evitem a entrada excessiva de água e que garantam a quantidade de sais necessários. No caso desses animais, as brânquias são altamente permeáveis, permitindo a entrada de íons e água, assim como a passagem de gases, o que garante trocas gasosas. O excesso de água que entra nesses animais é eliminado por meio de uma urina extremamente diluída e abundante, formada em rins eficientes. Já os sais necessários são conseguidos por meio de transporte ativo pelas brânquias e pela alimentação.

  1. Qual é a função das brânquias nos peixes de água doce e nos de água salgada? (0,2)

R.:

  1. A entrada e saída de água nos peixes, é um transporte ativo ou passivo? E a secreção e absorção de sais, é um transporte ativo ou passivo? (0,2)

R.:

Na silicose, por exemplo, trabalhadores sujeitos a uma atmosfera rica em pó de silício, inalam constantemente partículas microscópicas. As partículas maiores são retidas nas vias aéreas; mas as menores atingem os pulmões. Nos alvéolos pulmonares, essas partículas são fagocitas por glóbulos brancos. Elas, porém, não são digeridas, uma vez que as enzimas lisossomais atuam apenas sobre moléculas orgânicas. Ocorre, então, o rompimento dos lisossomos e a liberação de seu conteúdo. As enzimas lisossomais digerem o tecido pulmonar, causando lesões.

  1. “A silicose é uma doença muito comum em trabalhadores que lidam com amianto. Um dos componentes do amianto é a sílica, uma substância inorgânica que forma minúsculos cristais que podem se acumular nos pulmões. As células dos alvéolos pulmonares afetadas por estes cristais acabam sofrendo autólise”.

Essa doença está relacionada com organelas citoplasmáticos denominadas:

a) cloroplastos.

b) lisossomos.

c) centríolos.

d) mitocôndrias.