Subfilo Vertebrata

O subfilo Vertebrata, com aproximadamente 50 mil espécies de animais, possui organismos adaptados aos diversos ambientes da biosfera: a hidrosfera, a litosfera e a atmosfera.

Esse táxon reúne dois grandes grupos: a superclasse Agnatha ou Cyclostomata (do grego a, prefixo de negação, e gnathos, mandíbula, ou seja, sem mandíbula), animais primitivos cuja boca apresenta aspecto circular; e a superclasse Ganthostomata (radicais gregos gnathos, mandíbula, e stomatos, boca), irradiando os demais vertebrados superiores em seis classes: Condricthyes (peixes cartilaginosos), Osteicthyes (peixes ósseos), Amphibia, Reptilia, Aves e Mammalia (mamíferos).

Entre as principais características dessa superclasse Gnathostomata, destaca-se:

– um desenvolvido endoesqueleto axial e apendicular, constituído por dezenas ou centenas de vértebras fusionadas à coluna vertebral;
– uma peculiar morfologia craniana;
– um sistema muscular composto por três tipos de tecidos (estriado esquelético, estriado cardíaco e liso);
– sistema tegumentar corpóreo formado por duas camadas coesas (a epiderme externa e a derme interna);
– um sistema nervoso central (encéfalo e a medula espinhal) e um sistema nervoso periférico (nervos e gânglios nervosos);
– um sistema circulatório fechado, onde o sangue circula necessariamente no interior de vasos sanguíneos, podendo o coração ser formado por duas, três ou quatro cavidades, dependendo da classe taxonômica;

Peixes → um átrio e um ventrículo;
Anfíbios → dois átrios e um ventrículo;
Répteis → dois átrios e dois ventrículos que não são totalmente separados;
Aves e mamíferos → dois átrios e dois ventrículos completamente separados.

– sistema respiratório diversificado, sendo as trocas gasosas mediadas por estruturas cutâneas, branquiais ou pulmonares.
– sistema excretor diferenciando, organismo uricotélicos (eliminam ácido úrico), ureotélicos (eliminam ureia) e os amonioltélicos (eliminam amônia), dependendo das condições do meio onde vivem.
– e reprodução sexuada por oviparidade, ovoviviparidade ou viviparidade, podendo o desenvolvimento ser direto ou indireto (formas larvais), conforme o grupo.

Ler matéria completa