Hormônios do sistema genital masculino

Os hormônios são substâncias produzidas e liberadas por determinadas glândulas que influenciam a atividade de vários órgãos, alterando o seu funcionamento. Nos vertebrados, os hormônios controlam os processos reprodutivos e também determinam as características que diferenciam os machos das fêmeas, induzem a produção de gametas e desenvolvem o impulso sexual.

No sistema genital masculino, as mudanças tanto psicológicas quanto fisiológicas começam aproximadamente aos 13 anos de idade. É nessa fase de puberdade que os hormônios produzidos pela adeno-hipófise, hormônio folículo estimulante (FSH) e hormônio luteinizante (LH), estimulam as gônadas masculinas, que são os testículos, promovendo o seu funcionamento e desenvolvimento. Esses hormônios também são chamados de gonadotrofinas, porque influenciam o desenvolvimento das gônadas.

O hormônio LH também é chamado nos homens de hormônio estimulador das células intersticiais ou ICSH. Esse hormônio estimula a célula de Leydig, também chamada de célula intersticial, a liberar testosterona, que reforçará a ação do FSH na espermatogênese e determinará o desenvolvimento dos órgãos sexuais.

A testosterona também é o hormônio responsável pelas características sexuais secundárias masculinas, como barba, pelos em determinadas regiões do corpo, timbre da voz e desenvolvimento muscular e ósseo. Além disso, ela induz o amadurecimento dos órgãos genitais e promove o impulso sexual.

Ler matéria completa