Goji berry

Ultimamente uma nova fruta invadiu as redes sociais, supermercados e alguns sites com uma promessa que atrai várias pessoas: o emagrecimento. Típica do sul da Ásia, o Goji Berry (Lycium barbarum), segundo algumas fontes, além de diminuir o peso, faz com que os homens melhorem seu poder sexual e combate algumas doenças.

A frutinha, usada há muito tempo na medicina tradicional asiática, é rica em vitaminas, principalmente a C, minerais, aminoácidos, ácidos graxos insaturados e polissacarídeos. A goji berry é um poderoso antioxidante, combatendo o envelhecimento e ajudando na prevenção de doenças cardiovasculares, câncer, entre outras. Também é benéfica no controle da glicose em diabéticos e reduz os níveis de colesterol. Seu poder para emagrecer é apoiado por estudos que indicam sua capacidade de aumentar a taxa metabólica.

Alguns trabalhos indicam que o consumo de goji berry diariamente por pelo menos duas semanas causa uma melhora significativa na sensação de bem-estar, reduzindo a fadiga e estresse. Além disso, ocorre uma melhora neurológica, psicológica e até mesmo das funções gastrointestinais.

Aqui no nosso país, a goji berry é encontrada mais frequentemente na forma desidratada, porém pode ser comprada na forma fresca e também em cápsula. É comercializada normalmente em lojas especializadas em produtos naturais. A fruta pode ser consumida pura ou misturada com cereais e iogurtes, por exemplo. A recomendação é que sejam utilizados em média 30g por dia do material seco.

Apesar de não ser uma planta tóxica, ainda não há muitos estudos sobre a interação dessa planta com alguns medicamentos. Até o momento, o que se sabe é que a fruta possui interação com a aspirina, anti-hipertensores e antidiabéticos. Sendo assim, o uso deve ser feito com cautela. Além disso, pouco se sabe a respeito dos efeitos de seu uso em mulheres grávidas, lactantes e crianças, sendo, nesse caso, não recomendado.

Lembre-se de que nenhuma planta é milagrosa, sendo assim, o uso dessa fruta é benéfico quando associado a uma dieta saudável e equilibrada, além de exercícios físicos regulares. É importante também sempre informar seu nutricionista que está fazendo uso de qualquer tipo de alimento para complementar a sua dieta.

Por Ma. Vanessa dos Santos

Gostaria de fazer a referência deste texto em um trabalho escolar ou acadêmico? Veja:

SANTOS, Vanessa Sardinha Dos. “Goji berry”; Brasil Escola. Disponível em <http://brasilescola.uol.com.br/biologia/goji-berry.htm>. Acesso em 27 de setembro de 2016.

Ler matéria completa