8º mês de gestação

Uma vez que temos meses com 28, 30 e 31 dias, alguns médicos costumam sugerir que os cálculos relativos ao tempo de gravidez de uma mulher sejam feitos de acordo com o calendário lunar. Isso significa, basicamente, considerar o seguinte:

– 1 semana lunar = 7 dias
– 1 mês lunar = 4 semanas de 7 dias = 28 dias

Como o período compreendido entre o início da gestação e o dia do parto tem cerca de 280 dias, podemos perceber que esse valor corresponde a 40 semanas.

Uma vez que um mês lunar tem 4 semanas, 40 semanas de gravidez correspondem a 10 meses lunares.

Agora que você já compreendeu essas contas, vamos seguir adiante, falando sobre o oitavo mês de gestação. Nesse período, compreendido entre a 29ª semana lunar e a 32ª, o líquido amniótico, que se apresenta com cerca de 700mL, continua a aumentar de volume. A quantidade de gordura no corpo do bebê também aumenta ainda mais, fazendo com que sua pele fique menos enrugada.

Por outro lado, em razão do aumento significativo do útero, as micções maternas começam a ser mais frequentes, a respiração fica mais difícil, assim como o caminhar, já que as pernas e os pés tendem a inchar. Este último fator também está relacionado à redução do fluxo de sangue e retenção de líquidos. Em algumas gestantes, o seio já expele o colostro, com aspecto amarelado; e há também um aumento das secreções vaginais.

No início da 29ª semana, o bebê tem aproximadamente 26 centímetros, e 1250 gramas; e encerra o oitavo mês com cerca de 43 centímetros e 1820 gramas. Ele se move constantemente, consegue tossir, e sua capacidade de sucção está bem aperfeiçoada.

Na 30ª semana, sua cabeça tende a crescer ainda mais, assim como seu cérebro. Ele começa a se posicionar de cabeça para baixo, os cabelos continuam a crescer, e as unhas já estão formadas.

Na 31ª semana, a estrutura óssea da criança se fortalece, e a íris deixa de se apresentar opaca. Com exceção do respiratório, todos os outros sistemas já estão em pleno funcionamento e seus cinco sentidos, inclusive, já estão bem apurados. Nesse período, também, a criança passa a assumir posição fetal, e ganha cerca de 230 gramas por semana – assim como a mãe – até pouco tempo antes do parto.

Quanto à gestante, ela começa a sentir as famosas contrações de Braxton Hicks. Apesar de indolores, elas podem provocar sensações repentinas de apertamento do útero, semelhantes às contrações propriamente ditas.

Ao fim do oitavo mês, ou seja, na 32ª semana, o bebê já apresenta aspecto bem semelhante ao que terá ao nascer, com o corpo bem proporcional. Por causa da diminuição do espaço do útero, e em virtude do seu crescimento, os movimentos passam a ser menos frequentes, mas se manifestam com mais força.

A mãe deve aumentar a frequência de suas consultas relativas ao acompanhamento pré-natal, a fim de monitorar a possibilidade de parto prematuro e/ou surgimento de problemas de saúde maternos, como pré-eclâmpsia e hemorroidas.

Ler matéria completa