Salários atrasados em Educação e Saúde somam R$ 700 milhões, diz DF

O secretário de Administração, Wilmar Lacerda, afirmou que o governo do Distrito Federal vai depositar R$ 700 milhões nesta segunda-feira (8) para pagar os servidores da Educação e da Saúde. Os salários deveriam ter caído na conta dos profissionais na quinta (4) e na sexta (5) da semana passada, respectivamente.

Segundo o gestor, o problema ocorre porque o Executivo enfrenta problemas na receita. Além disso, as operações para transferência dos recursos federais só teriam sido finalizadas no início da noite de sexta. O valor, segundo ele, corresponde à folha líquida das duas pastas. Ler matéria completa