Meteorito pode ter sido causa de brilho e estrondo no céu do México

O astrônomo José Ramón Valdés, da Coordenação de Astrofísicos do Instituto Nacional de Astrofísica, Óptica e Eletrônica, declarou neste sábado (21) que o evento que se viu e escutou durante a madrugada foi a passagem pela atmosfera de um meteorito que cortou os céus da região central do México. Veja vídeo Em entrevista coletiva, o cientista afirmou que a interação do objeto com a atmosfera gerou uma onda de choque que foi visível e perceptível para a população.

Apesar de sentido e visto como um fenômeno próximo, o astrônomo afirmou que o meteorito deve ter passado a mais de 1.000 quilômetros de altitude. "Os asteroides grandes podem ser monitorados, podemos ver sua trajetória no Sistema Solar. O problema são os pequenos, esses não os podemos ver", declarou Valdés. Ler matéria completa