Escolas têm 15 dias para dar explicações sobre irregularidades

As escolas municipais e estaduais onde fiscais do Tribunal de Contas do Estado encontraram problemas no armazenamento e preparo da merenda vão ter 15 dias para dar explicações sobre as irregularidades.. O relatório final do TCE, apresentado na manhã desta quarta-feira (1º), revela a presença de escorpião e pombo em dispensas, e bueiro de esgoto no refeitório. (Veja a íntegra do relatório do TCE).

O presidente do TCE, Dimas Ramalho, disse que, em alguns casos, pode ter multa ou ação judicial. Ele classificou os problemas como graves e disse que falta gestão. "Não falta dinheiro para merenda, o que nós precisamos cuidar é que esse dinheiro chegue na conta". Ler matéria completa