Com greve, alunos do Ceará se dizem prejudicados na preparação do Enem

Quase cem mil alunos da rede estadual de ensino do Ceará se diz prejudicado para a preparação para o Enem com as ocupações das escolas e greve dos professores. Alunos do Ensino Médio, muitos estão inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio e, depois de 47 dias sem aulas curriculares, nem os aulões preparatórios para o Enem estão ocorrendo.

“Os próprios alunos da ocupação disseram que não vai ter aulão. Na quarta-feira, estudantes das universidades chegaram para dar aula pra gente e eles disseram que não ia ter”, diz Caroline Gonçalves, aluna do Liceu do Conjunto Ceará, em Fortaleza. Ler matéria completa