Urnas eleitorais e sistema de voto sofreram alterações no Brasil

 As urnas passaram por um processo de evolução, assim como o direito ao voto. No Projeto Educação desta quinta-feira (4), sobre História do Brasil, você ficará sabendo como foi esse processo, além de aprender sobre o voto universal. Pernambuco tem pouco mais de 9,2 milhões de habitantes. Destes, pelo menos 6,3 milhões são eleitores. O processo de votação para eleger os governantes ficou mais fácil com a modernização das urnas. Antes, o sistema era lento e utilizava cédulas.

“Em 1932, com o início da votação da Justiça Eleitoral, utilizou-se as urnas de madeira. Logo em seguida, por questão de segurança, usaram a urna de ferro. Mas com o avanço do eleitorado e a quantidade de eleitores muito elevada, a Justiça Eleitoral resolveu criar a urna de lona, por ser mais leve e facilitar a logística. As urnas de lona ficaram até o início da década de 90, quando veio o advento do voto eletrônico. A urna eletrônica foi criada pra facilitar o processo de apuração da votação”, explicou o bibliotecário do Tribunal Regional Eleitoral, Gilvan Mendonça. Ler matéria completa