Novo ministro da educação descarta duas edições do Enem por ano

O novo ministro da Educação, José Henrique Paim, disse na quinta-feira (6), em Brasília, que não trabalha com a possibilidade de aplicar duas edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A proposta de aplicar mais de uma edição do Enem por ano surgiu quando o Fernando Haddad, atual prefeito de São Paulo, era ministro. Uma portaria publicada no Diário Oficial da União em maio de 2011 chegou a instituir que, a partir de 2012, o Enem seria realizado duas vezes por ano. A primeira edição aconteceria em abril de 2012. Ler matéria completa