Greve na universidade de RO chega ao 3º mês com vestibular suspenso

A paralisação da Universidade Federal de Rondônia (Unir), que completa nesta sexta-feira (17) três meses, atinge mais de 12 mil universitários em todo o estado. São 59 dias letivos perdidos. De acordo com a Associação de Docentes da Universidade Federal de Rondônia (Adunir), em torno de 95% dos professores aderiram ao movimento. Por causa da greve, o calendário do 2º semestre de 2012, as matrículas e o vestibular 2013 estão suspensos.

Os professores e técnicos A Unir possui em torno de 650 professores e, segundo a Adunir, 95% deles aderiram ao movimento. Para 2012 foram ofertadas na Unir 2,4 mil vagas para os 56 cursos que selecionam os alunos unicamente através do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desde 2011. Ler matéria completa