Greve de universidades federais do RJ segue sem previsão para acabar

Os professores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) já estão há 42 dias em greve. A menos uma semana do início do ano letivo do segundo semestre, o presidente da presidente da Associação dos Docentes da UFRJ (ADUFRJ) e membro do Conselho de Graduação, Cláudio Resende Ribeiro, afirmou que os 55 mil estudantes da instituição não têm previsão de retorno às aulas.

“Todas as categorias da UFRJ estão paralisadas, professores, técnicos e estudantes. Os cortes no orçamento inviabilizam o funcionamento. Esta é uma paralisação plena”, afirmou Ribeiro. Ler matéria completa