Cidades, Saúde e Educação lideram valor de cortes no orçamento

Os maiores cortes são: 1- Ministério das Cidades R$ 17,23 bilhões (de R$ 31,74 bilhões para R$ 14,51 bilhões, 54%)

2- Ministério da Saúde R$ 11,77 bilhões (de R$ 103,27 bilhões para R$ 91,5 bilhões, 11,3%) Ler matéria completa