CGU aponta falha no sistema de controle de gastos do Pronatec

 Uma auditoria da Controladoria Geral da União (CGU) apontou falha no controle dos recursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), o programa do governo federal de incentivo à formação de técnicos. Segundo o documento, os sistemas informatizados do Pronatec não permitiriam a distinção entre alunos com matrícula ativa e os desistentes, além de não ter recebido prestação de contas dos dois primeiros anos de funcioanemnto dos cursos. O relatório da CGU foi revelado pelo jornal "Folha de S. Paulo". O Ministério da Educação negou que haja falha no controle dos recursos gastos.

O Pronatec começou em 2011, com investimentos previstos de R$ 6,4 bilhões até o fim de 2014. Após levantamento de dados entre abril deste ano e a finalização do relatório, em agosto, a CGU afirma que não há como constatar quantos alunos assistem de fato às aulas, e como foram repassados os recursos públicos para o Pronatec. Ler matéria completa