UE não vai modificar lei que cobra taxa de emissão de CO2 de aéreas

A União Europeia informou nesta quinta-feira (5) que não vai modificar suas leis referentes ao pagamento de emissões de dióxido de carbono (CO2) de aviões para beneficiar companhias da China. O país asiático se opôs ao projeto e não deseja que as companhias que voam para a Europa tenham que pagar a taxa ambiental.

"Se você quiser operar na Europa deve respeitar a lei", disse Isaac Valero-Thief, porta-voz da Comissária Europeia para Mudança Climática, Connie Hedegaard. Ler matéria completa