Sonda da Nasa descobre ‘estrelas’ tão frias quanto o corpo humano

Conhecidas como anãs Y, essas estrelas são quase impossíveis de serem observados por telescópios ópticos normais. Mas com os dados coletados pelo WISE a partir de ondas infravermelhas, os astrônomos conseguiram descobrir seis anãs Y a 40 anos-luz de distância do Sol. A procura pelas anãs Y durava mais de uma década.

As anãs Y são as mais frias das anãs-marrons, estrelas que são consideras como "falhas" já que não possuem massa suficiente para brilharem como o Sol. No núcleo dessas estrelas os átomos não se fundem e não conseguem gerar luz visível própria. Ao invés disso, elas esfriam e desaparecem com o tempo, apenas soltando raios infravermelhos. Ler matéria completa