Pesquisadores garimpam a história contida na terra preta de índio

Quando se pensa em Floresta Amazônica, muita gente tem a ideia de que há centenas de anos ela era uma mata virgem, intocada. Estudos de diversas áreas estão derrubando essa teoria. A floresta não só foi densamente povoada como estes povos foram responsáveis por uma das maiores riquezas da região, um solo altamente fértil: a terra preta de índio.

A floresta exuberante esconde um solo fraco e argiloso. A riqueza dele vem da decomposição de galhos, folhas e animais. Mas na imensidão da Região Amazônica existem manchas de um solo bem diferente. A terra muda de cor conforme a profundidade. No fundo, é amarelada e argilosa. Na superfície, é preta. Essa é a terra preta de índio, uma terra fértil e cheia de histórias. Ler matéria completa