Pacto de ONGs e empresas quer coibir exploração ilegal de carvão

Com a presença da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, organizações não governamentais e empresas da cadeia produtiva de aço firmaram pacto nesta quinta-feira (12) que coíbe o desmate ilegal nos biomas do país devido à exploração do carvão vegetal.

O grupo de trabalho, chamado “GT do Carvão Sustentável”, pretende estabelecer regras independentes para a compra e venda da matéria-prima, além de aumentar a efetividade de sistemas de rastreamento no combate ao comércio ilegal e trabalho escravo nas carvoarias. Ler matéria completa