Governo gastou R$ 12 milhões com hospedagem de médicos cubanos

Segundo o ministério, os recursos foram aplicados no pagamento das diárias de hotel e da alimentação dos médicos de Cuba e no aluguel dos espaços nos quais foram realizados os treinamentos dos profissionais. O curso preparatório durou duas semanas.

Reportagem publicada nesta terça (22) pelo jornal “O Globo” revelou que, na versão original divulgada pela Saúde não havia previsão de gastos com hospedagem dos médicos. Inicialmente, o governo havia divulgado que os profissionais contratados para atuar nas periferias de grandes centros urbanos e no interior do país seriam alojados em unidades militares. Ler matéria completa