Expansão da Ásia deixa região mais vulnerável a catástrofes, diz estudo

O crescimento da Ásia aumenta sua vulnerabilidade a catástrofes naturais, afirma a Comissão Econômica e Social para a Ásia e o Pacífico (Cesap, agência da Organização das Nações Unidas), em relatório divulgado nesta terça-feira (23).

As perdas econômicas provocadas por catástrofes se multiplicaram por 16 desde 1980, enquanto que o Produto Interno Bruto (PIB) foi 13 vezes maior no mesmo período, enfatiza a agência da ONU, que pede ao continente que comprometa recursos adequados para a redução dos riscos. A Cesap enfatiza, em particular, a urbanização fulgurante da Ásia, que possui litoral e planícies muito afetadas pelas catástrofes naturais. "A parte da população urbanizada na Ásia passou de 17% em 1950 a 44% em 2010 e provavelmente chegará a 64% em 2050. Entre as 305 aglomerações que passaram pelo censo na Ásia-Pacífico, 119 se encontram em regiões costeiras", recorda a Comissão. Ler matéria completa