‘Doutor harpia’ cria aves silvestres para a reintrodução na natureza

O criatório de Roberto Azeredo, devidamente regularizado pelo Ibama, fica no final da estradinha de terra, no município de Contagem, na Grande Belo Horizonte, em Minas Gerais. Ele cria espécies nativas em risco de extinção para a reintrodução em locais de onde desapareceram.

O criador construiu um harpiódromo de três andares com 21 harpias, a maior das aves de rapina. No primeiro andar ficam as aves solteiras, que ainda não reproduziram; no andar intermediário foram colocadas as aves em recuperação; e no andar superior estão os casais. A fêmea é um pouco maior em relação ao macho. Embora não seja biólogo, Roberto Azeredo é cuidadoso e bom observador. Ler matéria completa