Brasileira do Greenpeace ficará três dias sob custódia até nova audiência

A bióloga Ana Paula Maciel, ativista do Greenpeace, ficará sob custódia na Rússia por mais três dias, até nova audiência, de acordo com informações divulgadas pela conta da organização no Twitter. A brasileira faz parte do grupo de 30 ativistas do Greenpeace que foram presos no protesto contra uma plataforma petrolífera da gigante russa Gazprom no Ártico.

O tribunal da cidade de Murmansk, no norte da Rússia, está interrogando individualmente os ativistas nesta quinta-feira (26). De acordo com o Greenpeace Brasil, 15 pessoas já passaram pelo julgamento: 11 tiveram a prisão prolongada por mais dois meses e 4, incluindo Ana Paula, ficarão sob custódia por três dias até a nova audiência. Ler matéria completa