Bolívia declara boto-cor-de-rosa como patrimônio natural do país

O presidente da Bolívia, Evo Morales, promulgou nesta terça-feira (18) uma nova lei que protege o boto-vermelho (Inia geoffrensis) no país, conhecido como golfinho de água doce e animal ameaçado de extinção, e o declara como Patrimônio Natural do Estado Plurinacional.

Segundo a "Agência Boliviana de Informações", órgão oficial do governo, Morales afirmou que é obrigação do país e das Forças Armadas proteger as espécies animais de toda a Bolívia. Ler matéria completa