Universidade do Texas perde frasco com vírus mortal

A Universidade do Texas, em Galveston, nos EUA, perdeu um frasco que contém um vírus causador de febre hemorrágica, o guaranito, transmitida por roedores na Venezuela. O vírus em falta pode ser transformado em arma biológica com capacidade de destruição em massa.

David Callender, presidente da Faculdade de Medicina daquela instituição, divulgou uma carta referindo que aquando de uma inspecção ao laboratório verificaram a falta do frasco que deveria estar em um congelador de acesso restrito.

Segundo Callender, não há risco de transmissão da doença de pessoa para pessoa. O Centro de Prevenção e Controlo de Doenças (CDC) dos EUA foi avisado e está a ajudar nas investigações. Para o presidente da instituição, o mais provável é que o frasco tenha sido destruído durante um procedimento normal de esterilização do laboratório.No entanto, o incidente foi reportado ao FBI pelo CDC, que recebe anualmente dezenas de notificações sobre perda de toxinas usadas para a produção de armas biológicas.

O Laboratório Nacional de Galveston guarda amostras de alguns dos mais vírus mais perigosos nos EUA, como antraz, ébola, entre outros. O guaranito provoca febre hemorrágica, o que implica sangramento subcutâneo, em órgãos internos e de orifícios como boca, olhos e orelhas, segundo explicou o CDC.

 

Fonte: http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=57354&op=all

Deixe uma resposta