Os peixes têm um bom olfacto

Pode parecer estranho, mas os peixes podem cheirar e até têm bom olfato. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o sentido de olfacto não detecta apenas moléculas voláteis e é possível sentir o cheiro na água. O cheiro tem mais a ver com o sistema sensorial envolvido do que com as propriedades do estímulo.

Segundo o jornal espanhol ABC, os animais terrestres detectam substâncias químicas voláteis com o sistema olfativo e substâncias dissolvidas com o gosto. Mas os peixes detectam substâncias dissolvidas tanto com o cheiro como com o gosto.

Os peixes têm um ou dois pares de ‘narinas’ (orifícios nasais) pelos quais a água entra na cavidade nasal. Aqui encontra-se o epitélio olfatório com células sensoriais que detectam moléculas dissolvidas na água. A maioria das espécies de peixes tem receptores olfativos altamente sensíveis, capazes de detectar a presença de moléculas em concentrações muito baixas.

E para que utilizam os peixes o olfato? Depende de cada espécie, mas mostrou-se que usam para encontrar comida, um parceiro, reconhecer outros peixes de sua espécie, detectar predadores ou orientar-se.

As carpas têm muito boa visão mas o olfacto também é muito bom
Recentemente demonstrou-se que os juvenis de muitas espécies de corais de recife, se são levados pela corrente, são capazes de encontrar o caminho para o recife de nascimento utilizando o sentido do olfato.

As carpas têm muito boa visão, mas o olfato também é muito bom. É possível esconder o alimento dentro de um saco de pano opaco e verificar quão rapidamente o encontram usando principalmente o olfacto.

Fonte: http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=55121&op=all

Deixe uma resposta