Rastreabilidade para o tambaqui em Rondônia

Projeto permitirá a identificação genética de reprodutores do peixe tambaqui

Rondônia desenvolveu um projeto que busca evitar a consanguinidade e  fornecer alevinos (filhotes de peixe) de melhor qualidade com origem conhecida para o mercado.

Em conjunto com o grupo de pesquisa PeixeGen , da Universidade de Maringá (UEM), o Sebrae/RO iniciou uma pesquisa de identificação genética de reprodutores de tambaqui.

O projeto Rastreabilidade do Tambaqui de Rondônia permite avaliar alevinos com origem genética conhecida, estocados em tanques sem renovação de água. Os animais estocados (com identidade genética conhecida) foram identificados com microchip para acompanhamento individual. Todos os meses eles são pesados e medidos, com coleta de sangue para acompanhamento do estado fisiológico.

Deixe uma resposta