Filo Nematelmithes: Vermes Cilíndricos

            São conhecidos como os vermes cilíndricos. Possuem simetria bilateral e não possuem segmentação do corpo. São dióicos com sistema digestivo completo (possuem boca e ânus).

CARACTERÍSTICAS

Corpo revestido por uma cutícula rica em fibras colágenas que é secretada pela epiderme. As espécies que vivem no solo possuem a cutícula para proteger o corpo contra o atrito com as partículas do sedimento. As espécies parasitas possuem a cutícula para se proteger das enzimas digestivas e de outros produtos do corpo do hospedeiro.

HABITAT

Vivem em ambientes úmidos de água doce e salgada, solos e podem ser parasitas de vegetais e animais.

DIGESTÃO

Sistema completo com boca e ânus. Possuem alimentação variada. Na extremidade anterior do corpo localiza-se a boca; geralmente circundada por lábios ou papilas sensoriais.  Próxima à extremidade posterior localiza-se o ânus.

CIRCULAÇÃO

Sistema circulatório ausente. A distribuição e transporte dos nutrientes é feita pelo pseudoceloma.

TROCAS GASOSAS

Ausência de sistema respiratório, as trocas ocorrem por difusão através da superfície do corpo.

Nos parasitas intestinais a respiração é anaeróbia.

EXCREÇÃO

Sistema de três canais que são projeção de uma única célula gigante à arranjo lembra a forma da letra H.

O excesso de água e excretas é expelido através do poro excretor, situado na superfície externa da face ventral do corpo.

SISTEMA SENSORIAL

Lábios ou papilas sensoriais: ao redor da boca.

Cerdas sensoriais: prevalecem na cabeça, mas podem ser encontradas por toda a superfície corporal para mecanorrecepção.

Anfídios: são invaginações em fundo cego da cutícula para quimiorrecepção.

Fasmídios: glândulas unicelulares que se abrem separadamente em cada lado da cauda para quimiorrecepção.

Ocelos: em algumas formas aquáticas para fotorrecepção.

SISTEMA NERVOSO

Presença de sistema nervoso ganglionar. Os cordões nervosos coordena os músculos.

REPRODUÇÃO

São dióicos com dimorfismo sexual em algumas espécies. Os espermatozóides não possuem flagelo e a fecundação é interna. Ocorre o desenvolvimento indireto.

PRINCIPAIS DOENÇAS

Ascaridíase

Causada pelo verme Ascaris lumbricoides popularmente conhecida como lombriga.

Modo de transmissão: ingestão de água e alimentos contaminados por ovos.

Profilaxia: saneamento básico, educação sanitária, higiene pessoal e com os alimentos, ingestão de água filtrada ou fervida e clorada.

Sintomas: cólicas intestinais e náusea; machas brancas na pele, bronquite e pneumonia.

Amarelão

Causada pelo verme Ancylostoma duodenale e Necator americanus.

Modo de transmissão: penetração ativa pela pele, de larvas presentes no solo.

Profilaxia: saneamento básico, educação sanitária, andar calçado e evitar contato da pele com solos passíveis de estarem contaminados.

Sintomas: anemia, por perda de sangue da parede do intestino delgado; problemas pulmonares.  A pessoa fica pálida, amarelada e fraca.

 Elefantíase

Causada pelo verme Wuchereria bancrofti.

Modo de transmissão: picada do mosquito do gênero Culex.

Profilaxia: combate ao vetor, uso de repelente de insetos, uso de telas em janelas e portas para evitar entrada do mosquito nas casas.

Sintomas: inchaço causado pela obstrução dos vasos linfáticos.  Em casos mais graves há um grande aumento principalmente das pernas, do saco escrotal e das mamas.

 

Deixe uma resposta