Ômega-3 melhora desempenho escolar e comportamento de crianças

Segundo um estudo realizado pela Universidade de Oxford (Reino Unido), e recentemente publicado na PLoS One, a ingestão diária de ácido graxo ómega-3 (DHA) melhora a capacidade de leitura e o comportamento de crianças do ensino primário, como por exemplo, apresentando menos indícios de hiperactividade e desobediência.

A investigação envolveu 362 crianças saudáveis de escolas públicas, alunos dos sete aos nove anos, com um desempenho inferior à média em testes de leitura padrão. Para o estudo, divididos em dois grupos, onde um deles recebeu um placebo e o outro, 600 miligramas de ômega-3 extraído de óleo de algas.

Os investigadores Alexandra Richardson e Paul Montgomery escolheram estrategicamente o suplemento à base de algas para que, desta forma, possa ser adequado aos vegetarianos e para mostrar que o ómega-3 não é um ácido graxo que apenas se encontra no peixe.Os testes decorreram durante 16 semanas e as crianças com piores resultados em termos de leitura (menos 20 por cento) melhoraram nas três primeiras semanas, mais do que o grupo que tomou o placebo. Os que apresentaram um nível de 10 por cento menos desempenho que a média normal, melhoraram em 1,9 meses.A investigação mostrou que a ingestão diária de suplementos de ômega-3 melhorou as capacidades de leitura e o comportamento de crianças saudáveis, mas de baixo desempenho.O ômega-3 pode ser encontrado em peixes como o salmão, atum, bacalhau, albacora, cação e nalguns vegetais “verdes” como algas, brócolos, rúcula, couve e espinafre.

Deixe uma resposta