Filo Echinodermata

São animais exclusivamente marinhos, cujos representantes são as estrelas-do-mar, os ouriços do mar, as bolachas-da-praia, as estrelas-serpentes, os pepinos-do-mar e os lírios-do-mar.

Ocorrem em todos os oceanos do mundo.

A palavra Echinodermata foi empregada para este grupo por apresentarem espinhos na pele (echinos=espinhos; derma=pele), muito evidentes no ouriço-do-mar.

CLASSIFICAÇÃO

  • Classe Asteroidea (asteróides): apresentam cinco braços partindo de um disco central, sem nítida separação entre essas estrutura. Ex: estrela-do-mar
  • Classe Echinoidea (equinóides): os ossículos do endoesqueleto estão intimamente ajustados formando uma estrutura rígida.  Os ouriços têm forma arredondada, enquanto as bolachas-da-praia são achatadas.  Ex: ouriço-do-mar e bolacha-da-praia.
  • Classe Ophiuroidea (ofiuróides): apresentam um disco central nitidamente separado dos cinco braços, que são finos e muito ágeis. Ex: estrela-serpente
  • Classe Crinoidea (crinóides): vivem fixos e apresentam um disco central de onde partem cinco braços delgados que se ramificam logo na base. Ex: lírio-do-mar.
  • Classe Holoturoidea (holoturóides): apresentam o corpo cilíndrico dotado de minúscula placas não unidas, o que lhe confere consistência menos rígida.  Quando atacados eliminam parte de suas vísceras, com o intestino e as gônadas, como tempo ocorre a regeneração. Ex: pepino-do-mar.

CIRCULAÇÃO

Não apresentam sistema circulatório.

DIGESTÃO

Em geral os equinodermos apresentam tubo digestório completo,com boca e ânus.

  • Asteróides: algumas espécies se alimentam de partículas em suspensão (suspensívoros), mas a maioria é predadora carnívora, alimentando-se principalmente de presas sedentárias ou sésseis;
  • Ofiuróides: podem ser necrófagos, filtradores ou sedimentívoros, são os únicos que não possuem ânus;
  • Equinóides: alimentam-se principalmente de algas e detritos, possuem na boca cinco dentes calcários que fazem parte de uma estrutura típica do grupo denominada lanterna de Aristóteles.
  • Holoturóides: maioria detritívora ou suspensívora;
  • Crinóides: alimentam-se de plâncton e de partículas em suspensão.

LOCOMOÇÃO

Sistema hidrovascular ou ambulacrário são os conjuntos de canais ligados aos pés ambulacrários (utilizados na locomoção) e à circulação.

Este sistema é uma exclusividade dos equinodermos.  Ele é composto de diversos canais preenchidos por um líquido muito semelhante à água do mar. O sistema ambulacral está intimamente relacionado com a locomoção. Por meio de contrações e relaxamentos da musculatura  das ampolas e dos pés ambulacrais, as ventosas ora aderem, ora se soltam do substrato, permitindo a locomoção do animal.

ESQUELETO

Interno e calcário, recoberto pela epiderme.

RESPIRAÇÃO

Branquial.

PEDICELÁRIAS

Estruturas entre os espinhos com pinças na extremidade para recolher pequenos animais.  Em alguns, produzem substâncias venenosas contra os predadores.

REPRODUÇÃO

Sexuada por fecundação externa.  Larvas com simetria bilateral, tornando-se radiada quando adultos. Possuem grande capacidade de regeneração. Os equinodermos lançam os gametas na água, através dos poros genitais existentes nas placas da face aboral.  A fecundação é externa, e formam-se larvas que após metamorfose tornam-se adultos.

Apresentam grande capacidade de regeneração.

EXCREÇÃO

Ausência de órgãos excretores.

A excreção ocorre por difusão através das finas paredes das pápulas e dos pés ambulacrais.

SISTEMA NERVOSO

Não apresentam gânglios.  O centro nervoso é um anel central ao redor da boca, de onde saem os nervos radiais, um para cada braço.

IMPORTÂNCIA ECOLÓGICA

  • As estrelas-do-mar alimentam-se de uma variedade de moluscos, crustáceos e outros invertebrados –> importante papel ecológico como carnívoro de topo no habitat.

IMPORTÂNCIA ECONÔMICA

  • Uma única estrela-do-mar pode comer até uma dúzia de ostras ou mexilhões em um dia –> impacto econômico nos parques de cultivo desses animais.
  • As gônadas dos ouriços-do-mar são muito apreciadas como alimento (são comidas cruas).
  • O trepang (parede do corpo de algumas holotúrias maiores) é rico em proteínas e, quando cozido, é considerado uma iguaria em muitos países do leste da Ásia.

 

1 pensamento em “Filo Echinodermata”

Deixe uma resposta