Filo Cnidaria

São animais de ambiente aquático principalmente marinho.
São dotados de tentáculos que contém estruturas com um líquido tóxico, utilizados para imobilizar suas presas que são larvas, peixes e outros animais marinhos.
São conhecidas cerca de 9 mil espécies de celenterados. Alguns permanecem fixos no fundo dos oceanos, como é o caso da anêmona-do-mar e dos corais. Há os que flutuam na água, como a caravela-portuguesa, e existem os que conseguem se movimentar impulsionados por jatos de água que eliminam, como é o caso da água-viva.

 

 

 

 

ESTRUTURA CORPORAL

Corpo formado por duas camadas de células, entre as quais há uma camada de substância gelatinosa (mesogléia), rica em água e proteínas, limitando uma cavidade gastrovascular.  Possuem tentáculos ao redor da boca.

FORMAS CORPORAIS

Pólipo ou fixa pelo disco basal ou pé (hidras, corais, anêmonas-do-mar).

Medusa ou móvel (águas-vivas).

CÉLULA CARACTERÍSTICA

Cnidoblasto: célula utilizada no ataque e na defesa, injeta um líquido urticante.

CLASSES DE CNIDÁRIOS

Hidrozoários: pólipos e medusas de água doce e salgada. Ex: Hydra, caravelas.  Os pólipos são fixos pelo pé.

Cifozoários: pólipos e medusas, sendo a medusa a forma predominante; exclusivamente marinhos. Ex: água-viva.

Antozoários: exclusivamente pólipos e marinhos. Ex: corais, anêmonas-do-mar.

REPRODUÇÃO

Assexuada e sexuada, podendo ocorrer alternância de gerações (metagênese).

Importância ecológica

  • Recifes de corais:

– Proporcionam ambiente ideal para o desenvolvimento de fauna e flora muito características;

– Graças às condições de iluminação e transparência da água, os recifes de corais são localidades de alta produtividade biológica;

– De todas as comunidades de águas rasas tropicais, os recifes de corais são as mais ricas em biodiversidade;

– Devido a certas características da formação de recifes, geralmente existe nesses locais forte movimentação de água à permanente migração e imigração de micro e macro fauna e flora, nutrientes e elementos, da plataforma continental para o recife, e vice-versa.

Importância médica

  • Acidentes causados pelos cnidários:

– São comuns ao redor do mundo, incluindo acidentes graves e com registro de fatalidades em alguns mares.

– Todos os cnidários possuem cnidócitos e são potencialmente perigosos para o ser humano à sensibilidade ao efeito tóxico varia muito e pode estar associada a outro problema de saúde que a pessoa já apresente.

– Efeitos tóxicos: dor intensa, vermelhidão e inchaço da pele, alteração dos batimentos cardíacos, dificuldades na respiração, suor intenso, naúsea e vômitos. Ainda podem surgir efeitos alérgicos imediatos ou mais tardios.

Deixe uma resposta